Fazemos parte da maior rede de Direito Empresarial do Brasil
   

INFORMATIVOS

Proibição de canudos plásticos em comércios do Ceará entra em vigor.

Alei de número 17.620 de 20 de agosto de 2021, que proíbe o integral uso de canudos plásticos por estabelecimentos comerciais do Ceará entra em vigor nesta terça-feira, 24 de agosto. O texto foi aprovado no último dia 12 pela Assembleia Legislativa do Estado e concede um ano para adequação das empresas.

Exigências são válidas para todos estabelecimentos de alimentação fora do lar, hotéis, casas de shows e também estádios e ginásios esportivos.

Em substituição aos canudos plásticos, o texto sugere que os equipamentos passem a avaliar outras alternativas.

Foram citados para este fim “canudos fabricados em papel reciclável, material comestível ou biodegradável, bem como em material reutilizável, tais como inox, vidro e de palha”.

Além disso, a medida frisa que mesmo no casos dos canudos inox, biodegradáveis ou reutilizáveis, a embalagem dos mesmos também deverá ser livre de plástico.

De acordo com os artigos da lei, como forma de incentivo à abolição total dos canudos plásticos no Estado, serão permitidas a criação de “convênios e parcerias com o Governo, com prefeituras municipais, associações, cooperativas e empresas privadas para a consecução dos objetivos elencados” na lei.

Mediante o prazo de um ano para adequação, a lei recomenda ainda a adoção urgente das seguintes ações por todos os estabelecimentos comercias do Estado:

>> Dispor de contentores ou coletores para a coleta seletiva, bem como poderão realizar a destinação
ambientalmente adequada dos resíduos gerados em suas dependências;

>> Fixar comunicado, em local visível aos seus clientes, incentivando-os à destinação correta de seus
resíduos

A lei é de autoria do deputado estadual Marcos Sobreira (PDT) e teve em sua formulação o acréscimo de uma proposta semelhante do deputado Renato Roseno (Psol) e coautorias de Romeu Aldigueri (PDT) e Acrísio Sena (PT).

Antes da medida estadual, na Capital, Fortaleza, a discussão sobre os malefícios do uso do canudo plástico levou a aprovação de uma lei, sancionada em 21 de novembro de 2019 pelo, então prefeito, Roberto Cláudio (PDT).

Desde então, a venda e distribuição de canudos plásticos, conforme disposto em texto, são proibidos no Município.

*Edição IGSA

*Fonte de pesquisa: https://www.opovo.com.br/noticias/economia/2021/08/24/proibicao-de-canudos-plasticos-em-comercios-do-ceara-entra-em-vigor.html