Fazemos parte da maior rede de Direito Empresarial do Brasil
   

INFORMATIVOS

Ceará fecha 2020 com três novas linhas de transmissão e avança em infraestrutura e segurança energética

Com a implantação do novo circuito que liga as Subestações (SE) Banabuiú e Russas II, energizado na última terça-feira (15), o Ceará encerra o ano de 2020 com três novas Linhas de Transmissão. O empreendimento, que amplia a capacidade de transporte de energia no Estado, foi realizado pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco – Chesf, por meio de articulação da Secretaria da Infraestrutura do Ceará – Seinfra. O investimento da obra foi de R$ 96,4 milhões.

“O Governo do Ceará, por meio da Seinfra, tem feito articulações periódicas, a fim de apresentar demandas para ampliar as possibilidades de geração de energia renovável e melhorar o atendimento à população. Essa nova linha de transmissão é mais um resultado das nossas reuniões com a Chesf em busca de reforçar o suprimento de energia no Estado. Com a operação dos novos trechos de linhas de transmissão, o Ceará vai garantir mais investimentos e segurança energética, sobretudo nas áreas de energias solar e eólica”, celebra o Secretário Executivo de Energia e Telecomunicações da Seinfra, Adão Linhares.

A nova Linha de Transmissão em tensão 230 KV, construída em circuito simples, corresponde ao novo circuito entre as subestações de Banabuiú e Russas II. Esse ativo conta com extensão de 112 quilômetros e é suportado por 225 torres. A obra representa o aumento da capacidade de escoamento de energia gerada em parques eólicos e usinas fotovoltaicas instaladas em nosso Estado.

Segundo o superintendente de Implantação de Empreendimentos da Chesf, Eduardo Matos, essa obra de ampliação do sistema de transmissão é muito importante para o Estado. “O empreendimento representa importante função para o Sistema de Transmissão no Ceará, pois eleva substancialmente a capacidade de conexão das plantas de geração de energias renováveis ao Sistema Interligado Nacional”, salienta Eduardo Matos.

Outros trechos entregues em 2020

Além desse empreendimento, o Ceará já conta com mais dois novos trechos energizados. O primeiro é o circuito duplo do seccionamento da LT 230 KV que interliga as subestações Banabuiú a Fortaleza I 04F2, com 20 quilômetros de extensão envolveu a ampliação da SE Aquiraz II e foi posto em operação em outubro deste ano. O valor do investimento foi de R$ 24 milhões.

O segundo trecho foi energizado em novembro, quando a Chesf concluiu o seccionamento do primeiro circuito entre as subestações Fortaleza I e Banabuiú interligando-as à SE Aquiraz II. Essa obra também com 20 quilômetros de Linha de Transmissão em circuito duplo, além de duas novas entradas de linhas na SE Aquiraz II. O investimento desse trecho foi de R$ 17 milhões.

Perspectivas para 2021

A previsão de investimentos para 2021 é de R$ 57 milhões em obras de reforço no sistema de transmissão de energia do Ceará. As próximas obras devem contemplar ampliações de subestações em Icó, Milagres, Aquiraz II e Ibiapina II, além do aumento de potência na LT entre Sobral e Piripiri, no Piauí.

*Edição IGSA

*Fonte de pesquisa: https://www.ceara.gov.br/2020/12/21/ceara-fecha-o-ano-com-tres-novas-linhas-de-transmissao-e-avanca-em-infraestrutura-e-seguranca-energetica/